Maldade Divina

27 de set de 2008

Desassossego


Desassossego


Ah! Meu coração desassossegado...
Ferido, sangrado! Querendo redimir...
Querendo te olhar de frente, querendo ser perdoado.
Ser amado novamente.
Ah! Meu coração apaixonado! Apaixonado pela tua paixão.
Não me deixe morrer antes de saciar esse desejo, essa loucura de mim.
De matar essa saciedade de você.
Ah! Meu coração fugidio!
Que me revira ao avesso, querendo vagar sem direção com esses pecados meus!
Ah! Meu coração desassossegado...
Abrasado de tanto amor, em busca do amor perdido, das minhas fantasias, dos meus desejos alucinantes, dos beijos arrebatados.
Ah! Meu coração desassossegado...
Que extravasa em desejos proibidos, prazeres profanos, e gemidos de orgasmos divinais até me libertar...

Irismar Andrade Santiago
Direitos Reservados

2 comentários:

  1. Meu lindo!
    Parabéns por mais um belo trabalho!
    Saudades de vc querido!
    Carinho de RO!

    ResponderExcluir