Maldade Divina

28 de set de 2009

Quem é Você?



Quem é você?
Que, desdenhosamente invade a quietude do meu quarto,
não me deixando sonhar em paz.
Quem é você?
Pecados incrustados à sombra do meu passado?
Pois na escuridão, ouço os seus bramidos como ondas impetuosas invadindo meus sonhos.
Quem é você?
Que me persegue com seus rumores transformando meus sonhos em pesadelos?
Querendo com intrepidez, arrancar-me, segredos que desconheço.
Quem é você?
Vidente?
Que busca descobrir minhas confidências?
Alguma coisa que não sei explicar como este meu desejo de amar você?
Quem é você?
Porque não me acorda desta amplitude dos meus sonhos de apenas emoções ilusórias...
Destas ilusões que me incomodam.
E despertam em mim, o real desejo de amar, verdadeiramente?
Sim, você.
Porque ao invés de vivermos este sonho absurdo, este engano e desencontros nossos.
Não acordamos?
Pois,
este meu coração insatisfeito não quer mais viver de ilusões...
Irismar Andrade Santiago
Direitos Reservados

15 de set de 2009

Quero Lhe Encontrar



Quero Lhe Encontrar


Por Você!
Se preciso for.
Como ave peregrina.
Quero viajar por luzes interplanetárias.
Para vislumbrar o desconhecido...
E encontrá-lo!
Preciso Lhe encontrar.
Se preciso for!
Quero viajar sem destino para desvendar esse emaranhado organizado, encantado.
Chamado Galáxias.
Onde Você se esconde.,
Onde Você se esconde?
Onde se forma a compilação beleza da amplidão do universo que tanto me fascina.
Sobre esta luz amontoada, imensurável e mística da Via Láctea.
Vejo a Sua imagem.
Não vou esconder meu pranto ao sentir meu peito explodir em turbilhões...
Levado apenas pelo instinto de voar sem limites a Sua procura...
Se preciso for!
Quero navegar sem agruras pela abóbada celeste, em busca de Seus vestígios insólitos.
No selvagem escuro que alvoroça a natureza.
Não quero rumo nem destino...
Quero Lhe encontrar.
Preciso Lhe encontrar!
Quero Seu abrigo.
Para Lhe encontrar!
Voo por labirintos estrelados...
Como os cometas a procura da sua rota ou, de algum lugar secreto.
Voo até onde o Seu amor me levar...
Voo até onde Lhe encontrar.

Irismar Andrade Santiago
Direitos Reservados